CAIU NO CHÃO TO COMENDO

CAIU NO CHÃO, TÔ COMENDO: CONFIRA UMA LISTA DE ALIMENTOS E PLANTAS PERIGOSOS PARA CÃES E GATOS


Muitas vezes somos tentados a compartilhar com nossos animais de estimação de todas as coisas boas que nós desfrutamos da vida, incluindo a alimentação. Só que além de permitir ao bichinho tomar gosto por algo que não deveria ter, alguns alimentos que sãoconsiderados bons para os humanos podem ser muito perigosos para os pets. A lista abaixo mostra alguns dos alimentos mais comuns que podem ser tóxicos para os animais. Qualquer decisão de fornecer ao seu animal de estimação alimentos que não sejam especificamente destinados a eles deve ser discutida com seu nutricionista, ou médico veterinário.

Segue uma lista de alimentos que o animal deve evitar, todos eles são venenosos em algum grau.

- Alimentos açucarados: Pode levar à obesidade , problemas dentários e, eventualmente, a diabetes.

- Alimentos Infantis: Pode conter cebola em pó, que pode ser tóxico para cães. Também pode resultar em deficiências nutricionais, se alimentados em grandes quantidades.

- Batatas crua, inhame e madioquinha: apresentam solamina, uma toxina que pode deprimir o sistema nervoso central e provocar distúrbios gastrointestinais.

- Bebidas alcoólicas: Qualquer tipo de álcool pode ser tóxico para o animal, podendo causar coma ou até morte.

- Berinjela: Tóxica para os gatos

- Brócolis: faz mal se oferecido em grande quantidade.

- Cogumelos: Diferentes tipos de cogumelos que pode ter efeitos variados em animais de estimação, tais como, depressão, diarréia, náuseas e vômitos, dor abdominal, lacrimejamento, alucinações, defecação, insuficiência hepática, convulsões, salivação excessiva, micção, insuficiência renal, danos no coração, hiperatividade, e em alguns casos, morte.

- Chocolate, café, chá e outras cafeínas: Pode resultar em aumento da respiração e da freqüência cardíaca, e afeta o sistema nervoso central. O envenenamento por chocolate pode causar batimentos cardíacos irregulares e ritmo, agitação, hiperatividade, diarréia, vómitos, respiração ofegante, tremores musculares, dor abdominal, sangue na urina e aumento da temperatura corporal. Em grandes quantidades, o chocolate provoca o coma e até a morte. Se o seu animal comeu uma grande quantidade de chocolate, procure saber como proceder com um veterinário, pois os efeitos muitas vezes só vem horas depois.

- Cebola, alho e cebola em pó: Podem provocar problemas gastrointestinais, como vômitos e diarréia, sendo mais grave em gatos. O alho é menos tóxico do que as cebolas.

- Espigas de milho: Uma causa comum de obstrução intestinal que requer remoção cirúrgica.

- Espinafre: Devem ser evitados completamente em gatos com problemas urinários.

- Fermento, presente em massas: Pode ser perigoso, pois irá se expandir e resultar em gases, causando dor, podendo causar ruptura do estômago ou intestino.

- Figado em excesso: Pode causar toxicidade da vitamina A. Essa toxicidade afeta músculos e ossos.

- Frituras em geral

- Laranjas, limões e frutas cítricas em geral: podem causar vômitos ou diarréia.

- Leite e outros produtos lácteos: Alguns cães e gatos adultos não têm quantidades suficientes da enzima lactase, que quebra a lactose no leite. Isso pode resultar em diarréia.

- Nozes: Pode provocar problemas gastrointestinais, como vômitos e diarréia, bem como problemas respiratórios, tais como espirros, respiração e tosse.

- Ossos de peixes, aves, carnes ou outras fontes: Pode causar obstrução ou laceração do sistema digestivo. Lascas de ossos de galinha também pode se alojar internamente.

- Ovos crus: Contêm uma enzima chamada avidina, que diminui a absorção de biotina (vitamina B). Isso pode levar a problemas de pele e nos pelos. Ovos crus também podem conter Salmonella.

- Ossos cozidos: Podem lascar e causar perfuração intestinal, bem como bloqueios no intestino fraturas de dentes. Pedaços podem ficar presos em todo o céu da boca

- Peixe Cru: Pode resultar em uma deficiência de tiamina (vitamina B), que leva à perda de apetite, convulsões e em casos severos, morte. Essa intoxicação é mais comum se o peixe cru é oferecido regularmente, com frequência.

- Pimenta

- Pipoca: O risco nosso caso das pipocas, o perigo está mais na asfixia no animal, mas o sal e a manteiga (presentes na pipoca) não são adequados também.

- Sal: Causa desequilíbrio eletrolítico. Uma simples colherzinha de sal pode causar sérios problemas a seu cão ou gato, como tremores, convulsão e morte.

- Sementes de frutas: Podem liberar cianeto no estômago, como no caso das sementes de maçã.

- Sobras de gordura: Pode causar pancreatite.

- Tomate e plantas de tomate: Tomates de todos os tipos são tóxicos para os gatos, como são as partes da planta de tomate. Ingerir por exemplo, um tomate cereja pode causar distúrbios gastrointestinais severos.

- Uvas e passas: Grandes quantidades de uvas podem ser venenosas para os animais, podendo causar vômitos, diarréia, letargia, dor abdominal, falta de apetite e danos nos rins.

- Xilitol: Este é um substituto do açúcar encontrado em muitos tipos de doces, vitaminas mastigáveis, e em gomas de mascar como Trident, por exemplo. Se um cão ingerir um produto que contém xilitol, procure um veterinário imediatamente. Não deixe de forma alguma produtos contendo xilitol ao alcance de um cão.

Se você suspeita que seu animal tenha sido envenenado, em contato imediatamente com seu veterinário de confiança.




PLANTAS TÓXICAS;

Alamanda (Allamanda cathartica)
A parte tóxica é a semente.

Amarílis ou Açucena (Hippeatrum hybridum)
A parte tóxica é toda a flor (bulbo).

Antúrio (Anthurium sp)
A parte tóxica é toda a planta.

Arnica (Arnica Montana)
A parte tóxica é a semente.

Arruda (Ruta graveolens)
A parte tóxica é a planta toda.

Avelós (Euphorbia tirucalli L.)
A parte tóxica é toda a planta.

Azaléia (Rhododendron spp)
As partes tóxicas são as folhas, flores e nectar.

Beladona (Atropa belladona)
As partes tóxicas são flor e folhas.

Bico de papagaio (Euphorbia pulcherrima Wiild.)
A parte tóxica é toda a planta.

Buxinho (Buxus sempervires)
A parte tóxica é são as folhas.

Comigo ninguém pode (Dieffenbachia spp)
As partes tóxicas são as folhas e o caule.

Copo de leite (Zantedeschia aethiopica Spreng.)
A planta é toda tóxica.

Coroa de cristo (Euphorbia milii)
A parte tóxica é o látex.

Costela de Adão (Monstera deliciosa)
As partes tóxicas são as folhas, caule e látex.

Cróton (Codieaeum variegatum)
A parte tóxica é a semente.

Dedaleira (Digitalis purpúrea)
As partes tóxicas são flor e folhas.

Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata)
A parte tóxica é toda a planta.

Espirradeira (Nerium oleander)
A parte tóxica é a planta toda.

Esporinha (Delphinium spp)
A parte tóxica é a semente.

Fícus (Ficus spp)
A parte tóxica é o látex.

Filodendro (Philodendron bipinnatifidum)
A parte tóxica é toda a planta.

Hortênsia (Hydrangea macrophyla)
As partes tóxicas são as folhas e o broto.

Jasmim manga (Plumeria rubra)
As partes tóxicas são flor e látex.

Jibóia (Epipremnun pinnatum)
A parte tóxica são as folhas, caule e látex.

Lírio da paz (Spathiphylum wallisii)
As partes tóxicas são as folhas, caule e látex.

Madressilva (Lonicera japonica)
A parte é a flor.

Mamona (Ricinus communis)
A parte tóxica é a semente.

Mandioca brava (Manihot utilissima Pohl)
As partes tóxicas são as folhas e raiz.

Mandrágora (Mandragora officinalis L.)
A parte tóxica é toda a planta.

Narciso (Narcissus cyclamineus)
A parte tóxica é flor (bulbo).

Olho de cabra (Abrus precatorius)
A parte tóxica é a semente.

Pinhão paraguaio (Jatropha curcas)
As partes tóxicas são semente e fruto.

Pinhão roxo (Jatropha curcas L.)
As partes tóxicas são as folhas e frutos.

Robinia (Robinia pseudoacacia)
As partes tóxicas são as folhas e raiz.

Ruibarbo (Rheum rhabarbarum)
As partes tóxicas são as folhas.

Saia branca (Datura suaveolens)
A parte tóxica é semente.

Saia roxa (Datura metel)
A parte tóxica é semente.

Samambaia (Nephrolepis polypodium).
A parte tóxica são as folhas.

Taioba brava (Colocasia antiquorum Schott)
A parte tóxica é toda a planta.

Tinhorão (Caladium bicolor)
A parte tóxica é toda a planta.

Vinca (Vinca major)
As partes tóxicas são a flor e folhas.

Outras plantas a serem evitadas, também tóxicas:

. Aloe Vera (Babosa)
. Cheflera (Schefflera arboricola)
. Jarro dos campos (Arum maculatum)
. Meimendro (Hyoscyamus albus L.)
. Mezereão ( Daphne mezereum L.)
. Morrião (Morrião nome científico)
. Oleandro (Nerium oleander)
. Orelha-de-elefante (Albo-marginata)
. Poinsettia (Euphorbia pulcherrima)
. Ranúnculo Redodendro ( Rhododendron)
. Rícino (Ricinus communis L.)
. Salsaparrilha (Smilax papyracea Poir)
. Solanáceas (Beladona)
. Tremoço (Lupinus)
. Tulipa (Tulipa hybrida)
. Trombeteira (Brugmansia suaveolens)
000webhost logo